Skip to main content

News

Conheça a Equipa

Published: 04/06/2018

Dr.ª Ana Reisinho, Membro do Comité de Tradução da WSAVA

A Dr.ª Ana Reisinho é uma veterinária portuguesa, que se juntou ao Comité de Tradução da WAVA em Setembro de 2017. Traduziu, recentemente, as Directrizes Dentárias da WSAVA para português e também traduz o Bulletim mensal, de modo a garantir que os nossos membros de expressão portuguesa possam lê-lo facilmente.

Pode apresentar-se aos membros da WSAVA?

Licenciei-me pela Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Lisboa em 2013 e conclui Mestrado em Parasitologia Médica em 2011. O tema da minha tese de Mestrado foi dedicado à Leishmaniose Canina. Trabalho como veterinária de pequenos animais e animais exóticos no Hospital Escolar da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Lisboa desde 2011.

Como é o seu “dia de trabalho”?

Trabalho em turnos rotativos no Hospital Escolar e também em part-time em duas clínicas, sobretudo na área da medicina e cirurgia de animais exóticos. Entre trabalhos, faço traduções para a WSAVA!

O que é que envolve o seu papel no Comité de Tradução?

A minha prioridade consiste na tradução do Bulletim mensal da WSAVA, mas espero começar a incluir também conteúdos adicionais, incluíndo as nossas Directrizes e comunicados de imprensa. Envolvi-me no Comité quase acidentalmente. Já tinha traduzido as directrizes para utilização racional de antibióticos da FECAVA para a Associação Portuguesa de Médicos Veterinários de Animais de Companhia (APMVEAC) e, durante o Congresso Mundial de 2017, o nosso Membro Representante, o Dr. Emir Chaher, pediu-me para me encontrar com a Dr.ª Ellen van Nierop – e aqui estou eu!
 


De que gosta mais acerca do seu trabalho com a WSAVA?

Sempre gostei de escrever, e nunca imaginei que fosse gostar tanto de trabalhar com a WSAVA – mas gosto! A tradução do Bulletin mostrou-me que não estamos sozinhos. Fazemos parte de uma comunidade internacional e, juntos, podemos fazer a diferença, por exemplo através do nosso apoio a iniciativas de beneficência, como seja a Mission Rabies.

O que gosta de fazer fora do trabalho?

Gosto de ler, ir ao cinema e de passar tempo na companhia dos meus sobrinhos.
Procuramos mais tradutores, para nos ajudarem a tornar os recursos da WSAVA mais facilmente acessíveis para os nossos membros em todo o Mundo. Os nossos tradutores são voluntários, mas oferecemos um esquema de recompensas para o reconhecimento do seu importante trabalho. .
concave-pink-white