Skip to main content

News

Criação com “consciência sanitária” – o nosso Comité para as Doenças Hereditárias (HDC) apela aos veterinários e criadores a imporem-se

Published: 03/01/2019

Declaração de Posição apela a uma maior aplicação dos avanços nos testes e aconselhamento genético... O Comité para as Doenças Hereditárias da WSAVA emitiu uma Declaração de Posição que apela aos veterinários e aos criadores a minimizar o sofrimento associado às doenças hereditárias nos animais de companhia, mediante a adoção de uma abordagem “saudavelmente consciente” à reprodução e a tomar proveito dos avanços verificados na testagem e aconselhamento genético.

Entre as suas recomendações, apela aos veterinários e aos criadores a garantir que os critérios utilizados na seleção dos animais reprodutores inclui a capacidade de se reproduzirem naturalmente e exclui características anatómicas que predisponham a doença hereditária, tais como a conformação anatómica extrema, incluindo o porte, pregas cutâneas, chanfros angulados e extremamente curtos (braquicefalia). Também encoraja os criadores a utilizarem um Sistema de despiste sanitário prévio à reprodução, de modo a selecionar animais que são mais prováveis de produzir descendentes saudáveis.

O Dr. Jerold Bell, Presidente do Comité para as Doenças Hereditárias, explica: “Esperamos que a nossa Declaração de Posição ajude a salientar o sofrimento associado às doenças hereditárias em todo o Mundo, e a destacar os benefícios que os avanços na testagem de ADN podem oferecer aos médicos veterinários e aos criadores.

“Também incentivamos os médicos veterinários a garantir que estão atualizados relativamente à disponibilidade e à utilização adequada dos testes genéticos e solicitamos a validação de testes individuais destinados a doenças específicas e à raça a ser testada.”

Leia o comunicado de imprensa na íntegra aqui!

Reveja a Declaração de Posição do Comité para as Doenças Hereditárias aqui!

concave-pink-white